Com mais agentes comercias, Aracajucard reforça ação de prevenção com cartão pré-pago

Cartão Mais Aracaju: Setransp alerta sobre a atuação de clandestinos em terminais
5 de junho de 2020
Uma mulher entre dois homens, todos em pé
Aracajucard apresenta ações do Mais Aracaju para prefeituras da região metropolitana
19 de agosto de 2020
Exibir Todos

Com mais agentes comercias, Aracajucard reforça ação de prevenção com cartão pré-pago

Homem segura cartão de bilhetagem e maquineta, mulher observa

Os novos operadores estarão distribuídos em diversos bairros, tanto de Aracaju, quanto da região metropolitana orientando sobre o uso dos cartões Mais Aracaju, além de vender recarga 

_

O setor de Transporte Público coletivo, em Aracaju e região metropolitana, segue com a campanha “Prevenção e Pensamento Coletivo” com o objetivo de informar e dar mais segurança aos usuários do serviço diariamente. 

Desde a semana passada, as medidas de enfretamento ao Coronavírus foram reforçadas com duplas de agentes distribuídas pelos Terminais de Integração, aferindo temperatura, borrifando álcool 70 e sempre orientando as pessoas sobre o embarque, desembarque e os cuidados para evitar a contaminação pelo vírus.

E para reforçar mais esse combate, a Aracajucard distribuiu, no auditório do Grupo Progresso 32 kits para os novos agentes comerciais no último sábado (1º), para fomentar a divulgação do Cartão Pré-pago Mais Aracaju e a venda da recarga. O uso do cartão é orientado pelos médicos infectologistas, pois o dinheiro é um objeto de alto contágio e o vírus pode ficar nas cédulas de 3 a 5 dias. 

O diretor executivo da Aracajucard, José Carlos Amâncio, explica que ação não é temporária, mas sim, permanente. Ele expõe que os 32 operadores estão dando início ao planejamento de ter 60 pessoas distribuídas por Aracaju e região, para facilitar mais ainda a venda de passagem para os usuários do transporte coletivo. 

“Queremos que a população tenha mais comodidade para adquirir as passagens. Queremos que o dinheiro deixe de circular nos ônibus e nosso objetivo é fazer isso em 100%. Como faremos isso? Dando facilidade para que as pessoas comprem a passagem sem sair de seus respectivos bairros. E mesmo que não consiga no local que a pessoa mora, em todos os terminais temos pontos de vendas”, expõe.

O diretor executivo explica que a Aracajucard já planejava essa ação e com a Pandemia, se viu no dinheiro um grande vetor de contaminação. Logo, o cartão se torna um meio de prevenção. 

“As pessoas usam máscaras para sair de casa e se proteger. O mesmo acontece com o cartão. Então, é importante que as pessoas tenham essa consciência. Estaremos dando apoio, informando a população onde estão os pontos de venda no bairro cotidianamente”, diz. 

Desde maio, a Aracajucard tem explicado como a troca da passagem em dinheiro pelo uso exclusivo do cartão eletrônico Mais Aracaju Pré-pago pode ser benéfica a saúde do usuário e dos colaboradores também, como é o caso de Raul Souza. 

Raul era cobrador da Viação Modelo e agora está super feliz com a promoção de agente comercial e espera poder adquirir mais conhecimento e ajudar as pessoas.

“Já atuava como cobrador e vejo em projetos como esse, uma forma de aperfeiçoar minha vida profissional. Estaremos em contato com o passageiro e dando maiores informações e orientado. Vejo essa oportunidade como uma forma de crescimento profissional para mim também”, conta.  

Elisângela Bispo é colaboradora da Viação Progresso. Agora como agente comercial, ela pontua que é o momento de fortalecer o cartão Mais Aracaju pré-pago como forma de prevenção.

“Essa experiência vai ajudar e muito a população a entender que circular com o dinheiro é prejudicial no momento. As empresas de ônibus estão adaptando os ônibus a operar só com o motorista justamente por causa do risco de contaminação. A população só tem a ganhar, sem ter que estar com o dinheiro e a gente por poder estar numa nova função e somar nessa causa”, diz. 

Atualmente, somente 27% utilizam dinheiro para usufruir os serviços de transporte coletivo, enquanto 73% já usam os Cartões Mais Aracaju. No momento, o projeto é reduzir o número de pessoas de 27% para 5%. E nas próximas semanas, a Aracajucard colocara mais 28 pessoas em pontos distribuídas por Aracaju e região, tendo no total 60 pessoas disponíveis para vender recarga. 

Com a atualização das fases, ligadas ao Plano de Retomada da Economia por parte do Governo do Estado de Sergipe, vários estabelecimentos comerciais estão sendo reabertos e o número de pessoas circulando nas ruas segue crescendo. 

Com isso, a pedido do Governos estadual e municipal, a frota aumentou de 70 para 80% nas vias. O presidente do Sindicato da Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju  (Setransp), Alberto Almeida, alerta que no momento, não há vacina e todo cuidado é necessário.

“Combateremos o coronavírus com informação. Seguiremos com todas as ações possíveis. Os 32 agentes circulando nos bairros e terminais vendendo a recarga do cartão eletrônico, só ajudam a população, que não precisará manusear o dinheiro. Da bolsa ou carteira, o cartão já pode ser lido no aparelho da bilhetagem eletrônica. É uma forma mais segura e rápida de contabilizar a passagem, além de combate à contaminação com o vírus pegando em dinheiro, que circula de mão em mão”, informa.